WEB RÁDIO

terça-feira, 19 de abril de 2011

Carlinhos Bala adota a lei do silêncio


A língua afiada de Carlinhos Bala costuma destilar veneno nas vésperas dos grandes jogos. Declarações que geralmente apimentam discussões e geram polêmicas. Pois bem. A não ser que mude de posição radicalmente, desta vez o baixinho ficará em silêncio. O atacante rubro-negro informou que não concederá entrevistas antes do primeiro jogo da semifinal do Campeonato Pernambucano, contra o Náutico, domingo, na Ilha do Retiro.

O objetivo da decisão certamente é não dar armas ao adversário. Em semana de clássico, qualquer declaração mais apimentada pode servir de combustível ao rival. Vale ressaltar, no entanto, o lado positivo da postura mais contundente. Quem há de esquecer, por exemplo, a afirmação de Bala antes da final da Copa do Brasil de 2008, contra o Corinthians. 

Apesar da derrota do Sport no primeiro jogo, por 3 a 1, ainda no vestiário do Morumbi, o atacante declarou que o gol marcado por Enílton no final da partida, quando o Leão já perdia por 3 a 0, seria o gol do título. O final da história é conhecido.

Com direito a gol de Carlinhos, o Sport venceu o segundo jogo por 2 a 0 e levantou a taça na Ilha do Retiro. Domingo passado, no gramado dos Aflitos, mesmo após a derrota para o Náutico, Bala disparou: “O Sport chegou pra ganhar”. Muito provavelmente, a última declaração do jogador antes do próximo embate.



Da redação do DIARIO DE PERNAMBUCO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário