WEB RÁDIO

terça-feira, 12 de abril de 2011

Preso suspeito de assaltar nove agências dos Correios no estado

A Polícia Federal (PF) anunciou esta manhã a prisão de um homem suspeito de ser o maior assaltante de agências de Correios no estado de Pernambuco. Com o motorista Valdijani Fernando da Silva, de 27 anos, policiais da Delegacia da Polícia Militar de Prazeres e Belo Jardim apreenderam quatro armas e vasta munição. 

A ação aconteceu por volta das 19h de ontem em virtude do cumprimento de três Mandados de Prisão Preventiva expedidos pela Justiça Federal das datas de 16 e 25 fevereiro/2011 e 03 de março de 2011 todos por assaltos a agências dos Correios. Com informações repassadas pela área de inteligência policial, os agentes tomaram conhecimento de que o assaltante iria negociar uma arma nas proximidades do Restaurante Picanha do Gordo na Avenida Armindo Moura, no Recife. 

No local, o suspeito foi encontrado na companhia de uma mulher. Ao ser abordado, Valdijani não esbanjou reação nem ofereceu resistência à prisão. Ele portava uma carteira de motorista com sua foto, mas com nome de outra pessoa.

O preso disse que estava desarmado e que suas armas estavam na casa da amiga, com quem ele residia há aproximadamente um mês. A mulher permitiu acesso a a residência, no Conjunto Marcos Freire em Jaboatão dos Guararapes e lá os agentes encontraram uma maleta prateada contendo duas pistolas calibre 380 e dois revólveres calibre 38 com aproximadamente 118 munições dos calibres 380 e 38, além da quantia de R$ 950.

Valdijani foi por comércio ilegal de arma de fogo, cuja pena varia de quatro a oito anos de reclusão e foi encaminhado para o Cotel, em Abreu e Lima. Ele é considerado o maior assaltante de agências dos Correios. De acordo com a polícia, entre os anos de 2010 e 2011 ele liderou um grupo que praticou cerca de nove assaltos em agências do interior como Água Preta(2011), Escada(2010), Joaquim Nabuco(2010), São Caetano(2010), Belo Jardim(2011) e Aliança(2011). Alguns destes postos foram assaltados por duas vezes. Ao todo já foram presos pela Polícia Federal nove suspeitos de integrarem esta quadrilha e as investigações continuam para identificar possíveis remanescentes do grupo.

No interrogatório, o preso disse que era foragido da Penitenciária Agro-Industrial- São João localizado em Itamaracá desde o ano de 2007, quando cumpria pena por assalto à agência dos Correios da Imbiribeira. Ele informou ainda que comprou todas as armas no estado do Rio de Janeiro e que elas chegaram no Recife com uma pessoa contratada como “mula”. Cada pistola custou R$ 2 mil, os revólveres R$ 1 mil e as munições, R$ R$ 600. O dinheiro eraroveniente dos assaltos. A mulher foi ouvida e liberada em seguida por não ter participação nem envolvimento com o suspeito.




Da redação do PERNAMBUCO.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário