WEB RÁDIO

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Bandidos assaltam posto da Polícia Militar em Caruaru

A ousadia dos bandidos desafia não só a população comum, mas agora até aqueles que, teoricamente, são capazes de se proteger. Na noite do última sexta-feira, quatro homens encapuzados invadiram um posto da Polícia Militar que fica às margens da BR-104, em frente ao centro de compras Polo Caruaru, no Agreste do Estados. Eles chegaram ao posto num carro.

Os policiais foram surpreendidos, rendidos e os assaltantes roubaram dois fuzis, três pistolas, quatro carregadores com munição, cinco coletes, um rádio de transmissão e três celulares.

De acordo com informações da própria polícia, apenas três policiais estavam no posto no momento; mas deveriam ter oito. Quatro haviam saído para jantar e um deles tinha sido liberado mais cedo.

A Polícia Militar fez rondas durante a madrugada e neste sábado, mas não conseguiu prender os bandidos.




Da Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

Malhar em jejum ajuda na queima de gordura?

É comum ouvir relatos de pessoas que preferem realizar seus treinos em jejum. Alguns dizem que por treinarem muito cedo, se sentem indispostos para comer algo logo de manhã, alegando desconforto ou mesmo falta de vontade. Outros dizem que se exercitam em jejum por puro hábito, ou ainda, que o treino em jejum ajudaria a "queimar mais gordura".

Em todos os casos existem problemas. Para os que não têm o hábito de comer algo logo após acordar, fica aqui a recomendação: mudem esta rotina! O café da manhã (ou o desjejum) deveria ser a nossa forma primária de fornecer energia ao o corpo, que já está algumas horas sem alimento. 

Achar que fazer exercício sem o consumo energia facilita o emagrecimento é um erro, pois para ativar a queima de gordura é necessário um pouco de carboidrato antes do treino para pouparmos a musculatura. Se malharmos em jejum o corpo vai utilizar a músculo como fonte de energia e não a gordura. Para quem deseja diminuir o percentual de gordura é necessário fazer um pequeno lanche com carboidrato antes do exercício, pois se esse lanche for muito calórico a pessoa só irá queimar o que consumiu antes da atividade, e não as suas reservas de gordura.



Por Kirna Mota Nascimento, do Portal Uai

Consumidor que teve prejuízo pode exigir indenização das concessionárias

Os consumidores que tiveram equipamentos danificados em decorrência do apagão que afetou, durante cinco horas, oito estados da Região Nordeste, entre a noite de quinta e a madrugada de sexta-feira, podem recorrer às concessionárias de energia elétrica para buscar indenização pelos danos causados pelo corte de energia.

A resolução nº 360 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel, de 14 de abril de 2009, diz que os consumidores têm prazo de até 90 dias corridos para encaminhar queixa à concessionária, em caso de dano em aparelhos elétricos. Mas, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) estabelece que a busca pela reparação dos danos pode ocorrer em até cinco anos.

Por sua vez, a distribuidora terá 10 dias corridos — contados da data do pedido de ressarcimento — para a inspeção e vistoria do aparelho - quando o equipamento danificado for utilizado para conservar alimentos perecíveis ou medicamentos, o prazo para inspeção e vistoria é de um dia útil. A empresa terá, então, 15 dias corridos para informar se o pedido será aceito. Em caso positivo, os consumidores poderão ser ressarcidos em dinheiro, conserto ou substituição do equipamento danificado. O prazo para o ressarcimento do consumidor é de 20 dias corridos a partir da data da resposta da empresa.

"Se ocorrerem danos materiais e/ou morais, o usuário tem o direito de exigir indenização", diz a advogada do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Mariana Ferreira Alves:

De acordo com o instituto, se a solicitação de ressarcimento não for aceita, a empresa deverá apresentar com detalhes as razões da negativa e informar ao consumidor o direito de apelar à agência reguladora estadual conveniada ou à própria Aneel.

Reclamações - Embora a resolução da Aneel informe que "a distribuidora de energia só não terá responsabilidade pelo ressarcimento se comprovar o uso incorreto do equipamento; defeitos provocados por instalações elétricas internas inadequadas; a inexistência de relação entre o estrago do aparelho e a provável causa alegada; ou ainda, se o consumidor providenciar, por sua conta e risco, o conserto do equipamento antes do término do prazo para a inspeção", o Idec, com base no Código de Defesa do Consumidor, considera essa previsão ilegal.

"O uso de transformadores pelo consumidor, por exemplo, entre o aparelho danificado e a rede, não pode justificar qualquer recusa da concessionária em reparar o dano", informa o instituto.

A reclamação do consumidor pode ser feita por qualquer canal disponível da concessionária (carta, telefone, internet, e-mail). O Idec orienta que, se optar pela reclamação via carta, o consumidor deve enviá-la com aviso de recebimento (A.R.) ou levá-la pessoalmente até a concessionária de energia e exigir um protocolo de recebimento.

Ainda de acordo com o Idec, em caso de reclamação por telefone, é importante o usuário guardar número de protocolo da reclamação que é de fornecimento obrigatório. "Para danos não materiais, o CDC ampara o consumidor, que deve pleitear a reparação também junto à concessionária e, caso não seja atendido, deve buscar o Procon ou órgão similar de sua localidade", ressalta o instituto


Da Agência O Globo

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Consumidores já fazem fila para participar de promoção amanhã

Consumidores interessados em aproveitar a liquidação das Lojas Maia/ Magazine Luiza já se aglomeram em frente às unidades da rede localizadas nos bairros da Imbiribeira e Afogados, no Recife. De acordo com a assessoria de comunicação do estabelecimento, alguns esperam a abertura da loja desde a tarde de ontem.

A promoção, exclusiva para a região Nordeste acontece neste sábado (04), a partir das 6h da manhã. A loja promete descontos de até 70% nos preços dos produtos.



Da redação do Pernambuco.com

Apagão no Nordeste pode ter sido causada por falha em sistema de proteção



O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse hoje (4) que ainda não há informações sobre a verdadeira causa do apagão que atingiu sete estados do Nordeste na madrugada de hoje (4). Segundo ele, entretanto, o problema provavelmente foi gerado por uma falha no sistema de proteção da subestação São Luiz Gonzaga, que fica na fronteira entre Pernambuco e Bahia.

De acordo com o ministro, houve inicialmente o desligamento de um circuito da subestação. Quando foi acionado o religamento, o sistema pode ter entendido que houve uma sobrecarga de energia e se autoprotegeu, desligando automaticamente várias linhas de transmissão do Nordeste.
Lobão anunciou que, na próxima segunda-feira (7), haverá uma reunião com representantes do ministério, do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e da Companhia Hidroelétrica do Rio São Francisco (Chesf) para examinar, em conjunto, as causas e as providências que deverão ser tomadas.

“Todo o sistema elétrico do país está trabalhando intensamente não só para que isso não se repita como para que se determine com precisão as causas de tudo.”
Ele informou a situação à presidenta Dilma Rousseff, que pediu que todas as providências sejam tomadas para que o blecaute não volte a ocorrer.

Lobão disse que o episódio desta madrugada ocorre em todos os países do mundo e lembrou que uma comissão já foi criada com o intuito de encontrar soluções para que não haja problemas de interrupção de energia durante eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas. “Estamos tomando todas as providências, não queremos ser surpreendidos.”

A energia foi restabelecida em momentos diferentes nos estados atingidos, a partir da 1h até as 5h da manhã. O apagão atingiu os estados do Ceará, do Rio Grande do Norte, da Paraíba, de Pernambuco, de Alagoas, de Sergipe e da Bahia.





Da Agência Brasil

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Divulgada programação do carnaval do Recife

O carnaval do Recife está mais feminino em 2011. Um dos principais shows de abertura no Marco Zero reunirá 11 cantoras da música popular brasileira, com a participação de Maria Gadú, Marina Lima, Fernanda Takai, Zélia Duncan, Céu, Karina Buhr, Roberta Sá, Mariana Aydar, Isaar, Nena Queiroga e Elba Ramalho (algumas delas também presentes nos palcos dos outro polos). A programação completa foi anunciada pelo prefeito João da Costa em entrevista coletiva cedida na manhã desta quinta.

Essa presença feminina pode ser interpretada como uma homenagem a Dilma, mas também celebra a coincidência do carnaval com o dia internacional da mulher (8 de março, em plena "terça-feira gorda"). Mais uma vez, a programação segue basicamente o mesmo estilo dos dez últimos anos, mas com algumas novidades pontuais, como uma noite dedicada à diversidade sexual no Pátio de São Pedro (sábado, com Preta Gil e outros convidados) e a inclusão de um novo polo descentralizado na Bomba do Hemetério.

Ainda entre as atrações da sexta, destaca-se a presença de Yamandú Costa, Hermeto Pascoal e Carlos Malta no show da orquestra do Maestro Duda (um dos homenageados), que resulta em um encontro entre grandes nomes música instrumental do Brasil. Também no ritual de abertura (antes dos shows de Duda e das mulheres, nessa ordem), Naná Vasconcelos volta a conduzir 500 percussionistas de maracatus nação, que desta vez serão acompanhados por caboclinhos, afoxés e caboclos-de-lança no cortejo iniciado às 18h.

Em 2011, pela primeira vez, a programação dos polos descentralizados recebeu mais investimentos (R$ 2,6 milhões) do que os palcos do Centro do Recife (R$ 2,4 milhões). Com isso, artistas famosos nacionalmente devem tocar na periferia da cidade: Zélia Duncan e Preta Gil em Brasília Teimosa; Emílio Santiago, Lia de Itamaracá e Alceu Valença em Chão de Estrelas; Vanessa da Mata, Nação Zumbi, Pitty, Demônios da Garoa, Raimundos e Reginaldo Rossi em Casa Amarela; Demônios da Garoa em Jardim São Paulo; Marcelo D2, Lenine e Eddie no Alto José do Pinho; Otto, Marina Lima, Original Olinda Style, Mart′nália, Di Melo (com A Roda) e B-Negão (com Gerson King Combo) na Várzea; Pitty, Elba Ramalho e Mombojó no Ibura. Jorge Aragão na Bomba do Hemetério. Pitty e Alceu em Nova Descoberta.

Também no palco do Marco Zero, se apresentam, na noite de sábado, Vanessa da Mata, Lenine e um show especial de Otto com Lirinha. No domingo, Marcelo D2, Nação Zumbi, Antônio Nóbrega e Orquestra Popular da Bomba do Hemetério. Na segunda, Mart′nália e Jorge Aragão. Alceu Valença, Elba Ramalho e a Orquestra do Maestro Spok na terça. Além de Preta Gil, o Pátio de São Pedro recebe artistas como Marina Lima, Júnio Barreto (com novo disco), Karina Buhr e DJ Dolores (com a volta da Orquestra Santa Massa).

Além de todos esses convidados famosos nacionalmente (muitos deles de outros estados), a programação contempla as peculiaridades da diversidade musical pernambucana, com nomes que vão de André Rio (frevo) a Matalanamão (punk rock). Também foram anunciadas as atividades da semanas pré-carnavalescas, que tem, entre as novidades, um festival dedicado ao reggae (26 e 27, na Rua da Moeda), com a participação de um convidado internacional, o artista Pax Nindi, do Zimbábue.

Segundo Renato L (secretário de cultura), as programações do Rec Beat e da Tenda Eletrônica, que ainda não têm datas para serem anunciadas, concentrarão a maior parte dos convidados de outros países e de música "de vanguarda". Baiana System, Felipe Cordeiro, Mombojó e Patrick Tor4 são as únicas atrações confirmadas pelo Rec Beat por enquanto.






Fonte: DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Confirmado: Padre Marcelo Rossi em Recife nesta quarta-feira


O Padre Marcelo Rossi estará nesta quarta-feira dia 02 de fevereiro divulgando e autografando o livro Ágape das 11h00 às 22h00 na Livraria Cultura que fica na rua Madre de Deus, s/n no Paço Alfândega próximo ao marco zero.

Informações: (0xx)81 2102-4033

Escute o Momento de Fé com Padre Marcelo Rossi todas as manhãs a partir das 08h00 na Clube FM 99.1 e Rádio Clube AM 720.

domingo, 30 de janeiro de 2011

Náutico vence clássico por 3x1 e acaba com invencibilidade do Santa Cruz



Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

Acabou os 100% do Santa Cruz. Aliás, acabou até a invencibilidade. Sensação do Pernambucano de 2011, o tricolor perdeu até mesmo a liderança da competição na tarde deste domingo. Após sete rodadas, finalmente alguém parou a Cobra Coral. Quem? O Náutico e seu conjunto titular, cada mais entrosado. O Timbu mostrou a sua força no clássico dentro dos Aflitos, lotado, e virou o placar para 3 x 1, chegando a três vitórias seguidas no #PE2011 e encostando na briga pelo primeiro lugar.

Como era esperado, o Náutico começou tentando impor uma pressão sobre o rival, mas encontrou um setor de marcação muito compacto no Santa, principalmente sobre o meia Eduardo Ramos. Ao Santa, a eficiência. Aos 4 minutos, em sua primeira finalização, a abertura do placar. Jackson cruzou da direita, a zaga alvirrubra ficou só olhando e Thiago Cunha sequer pulou para cabecear no cantinho esquerdo de Glédson. Festa coral. No lance seguinte, o mesmo Thiago Cunha foi lançado em velocidade e tentou por cobertura. A bola passou perto, assustando o time comandado por Roberto Fernandes. Para completar o cenário, o clima abafado deu lugar a um verdadeiro “toró”.

A resposta do Náutico só veio aos 13 minutos, em ótima jogada individual de Eduardo Ramos, que passou por dois jogadores e bateu forte de fora da área, exigindo boa defesa de Tiago Cardoso. Após duas cobranças de escanteio em uma verdadeira blitz, a bola foi levantada na área para o oportunista Ricardo Xavier, que empatou o jogo. Quatro minutos depois, por pouco não saiu a virada. Em um rápido contra-ataque, Bruno Meneghel prendeu a bola até achar espaço para tocar para Eduardo Ramos, que bateu fraco.

Até aquele momento já haviam sido assinaladas 13 faltas, mas o árbitro Nielson Nogueira deixou o jogo correr sem cartões até ali, irritando alguns jogadores em campo. Após o vigor inicial, os dois times diminuíram o ritmo, apesar do volume de jogo levemente maior para o lado timbu. O primeiro cartão amarelo saiu apenas aos 41 minutos, quando Everton atingiu Mário Lúcio.

No segundo tempo, o Santa Cruz veio com uma proposta diferente, tentando encaixar contra-ataques, gastando a energia do Náutico, novamente à frente, desorganizado. Ainda assim, o Tricolor chegou, tanto que as cinco minutos o time cobrou um escanteio com muito perigo – aquele, aliás, havia sido o primeiro corner a favor dos corais. Para tentar conter a maior velocidade dos alvirrubros, os tricolores iniciaram um “revezamento” de faltas no meio-campo, com destaque para Jevoânio.

Aos 17 minutos, Derley, atuando na ala, arriscou de fora da área. Depois do lance, o jogador sentiu uma fisgada na coxa esquerdo. No mesmo lance, o goleiro Tiago Cardoso também se queixou de dores musculares, paralisando a partida. E Zé Teodoro teve que substituir o jogador, colocando André Zuba, que re-estreou pelo Santa.

Aos 22, após cobrança de falta de Weslley, Thiago Mathias foi derrubado por Ricardo Xavier, em pênalti não marcado. Discussão à parte, a virada do Náutico saiu no lance seguinte. Aliás, foi um golaço. O volante Derley entrou na área driblando e mandou uma bomba no ângulo, incendiando os Aflitos. Empolgado, o jogador tirou a camisa na comemoração. Aos 33, o terceiro gol. Eduardo Ramos fintou um zagueiro na área e chutou, no rebote de Zuba, Ricardo Xavier foi supostamente derrubado pelo goleiro. Na cobrança, Bruno Meneghel encheu o pé e fechou o placar. No fim, o confuso árbitro Nielson Nogueira ainda expulsou Elicarlos e Thiago Cunha.

Náutico 3

Glédson; Derley, Everton Luiz, Walter e Jeff Silva; Everton, Elicarlos, William (Elton) e Eduardo Ramos (Philip); Ricardo Xavier e Bruno Meneghel

Santa Cruz 1 

Tiago Cardoso (André Zuba); Jackson, Leandro Sousa, Thiago Mathias, Alexandre Silva; Jeovânio, Memo, Weslley e Mário Lúcio (Renatinho); Laécio (Landu) e Thiago Cunha. Técnico: Zé Teodoro

Local: Aflitos: Árbitro: Nielson Nogueira. Assistentes: Jossemmar Diniz e Pedro Wanderley.Assistentes de linha de fundo: Ubirajara Ferraz e Alcides Lira. Gols: Ricardo Xavier, Bruno Meneghel e Derley (N); Thiago Cunha (SC). Cartões vermelhos: Elicarlos (N); Thiago Cunha (SC).Cartões amarelos: Jeff Silva, Bruno Meneghel, Derley, Elton, Everton e Eduardo Ramos (N); Jackson e Jeovânio (SC) Público: 18.112 torcedores. Renda: R$ 185.220.







Fonte: pe.superesportes.com.br