WEB RÁDIO

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

REFLEXÃO DO DIA - O MUNDO ESTÁ PERDIDO





Nos dias atuais, devido aos acontecimentos infelizes que assolam o planeta, é muito comum ouvir as pessoas dizerem: "o mundo está perdido!"

Um olhar superficial pode, de fato, causar essa impressão.

Mas o mundo não está perdido. O mundo está na mais perfeita harmonia. O sol cumpre sistematicamente o seu papel, sem alarde.

A Terra oferece todos os recursos da sua intimidade que possibilitam a vida das criaturas, em constante harmonia.

As sementes germinam, a floração acontece, os rios seguem seus cursos e os animais atendem os objetivos que o Criador estabeleceu, com equilíbrio harmônico.

Portanto, o mundo não está perdido. O homem é que está perdido.

O homem é que se esquece da sua condição de filho de Deus e se debate na busca de ilusões que mais o distanciam da felicidade almejada.

Esquecido da sua condição de filho da luz, o ser humano se atormenta nas trevas, e acaba se precipitando nos despenhadeiros dos mais variados vícios.

O mundo não está perdido...

Nós é que perdemos o rumo...

A Terra faz seus movimentos de rotação e translação, obedecendo as leis do Criador.

Os astros giram no espaço infinito, dentro da mais perfeita sintonia com o pensamento Criador.

O Sol dardeja ouro sobre a terra, tornando possível a vida.

A chuva generosa cumpre seu papel...

O mundo não está perdido, nós é que estamos com a visão nublada e distorcida.

A nossa miopia moral nos faz perder a fé no Criador...

E as manhãs que se renovam sempre e sempre, como dádivas de Deus para o nosso crescimento, escorrem ligeiras pelas nossas mãos...

Os minutos preciosos que se repetem, incansáveis, são desvalorizados a ponto de servir apenas para a construção da nossa própria desdita...

Olhamos o mundo através das nossas lentes embaçadas pelo pessimismo e dizemos, alarmados: "o mundo está perdido".

Se encontramos uma rosa no caminho, logo perguntamos: "e o estrume, onde está o estrume?"

Mas aqueles que têm os olhos lubrificados pela fé racional, dilatam o seu campo de visão e contemplam o equilíbrio do mundo.

Seus passos são ligeiros e decididos, pois a confiança em Deus os sustenta com o otimismo.

Se na caminhada encontram estrume, logo perguntam: "e a rosa, onde está a rosa?"

São pessoas assim que mudam o ambiente terrestre. Que fazem luz onde as sombras teimam em sobressair.

Sua confiança no Criador do universo é, de tal forma, grandiosa, que jamais se deixam cair nas malhas do amolentamento ou do desânimo.

São pessoas que não reclamam do mundo, mas fazem do mundo, a cada dia, um mundo melhor.

Por isso, o mundo não está perdido...

O ser humano é que se perdeu por se distanciar do seu Criador...

Por se sentir o senhor do mundo...

Por relegar a segundo plano os valores morais...

Por se obstinar em construir sua felicidade pisando sobre as costas do próximo...

Quando o homem abrir os olhos, sair da casca do egoísmo e retirar a capa do orgulho, verá que o mundo tem um colorido diferente...

Enxergará as belezas naturais com que o Criador enfeitou a terra e se deslumbrará diante do perfeito equilíbrio que impera em todo o Universo.

Pense nisso!

No reino da natureza, o ser humano é o único dotado de razão.

É o único ser capaz de questionar e entender o seu Criador.

E você, como ser humano, é o único capaz de enxergar algo além das aparências.

Não se deixe levar pelo pessimismo. Corrija o ângulo da sua visão, lubrifique-a com o óleo da fé em Deus e faça a sua parte para que o seu mundo íntimo possa ser a cada dia melhor.


Pense nisso!


Ouça as nossas reflexões diariamente comigo no BOM DIA CLUBE às 05h00 na Clube FM João Pessoa.


www.clubejp.fm

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

REFLEXÃO DO DIA - O MITO DA ALMA GÊMEA




Aristófanes, poeta cômico grego, contemporâneo de Sócrates, afirmou que no começo os homens eram duplos, com duas cabeças, quatro braços e quatro pernas. 

Esses seres mitológicos eram chamados de andróginos. 

Os andróginos podiam ter o mesmo sexo nas duas metades, ou ser homem numa metade e mulher na outra. 

Bem, isso tudo Aristófanes criou para explicar a origem e a importância do amor. 

O mito fala que os andróginos eram muito poderosos e queriam conquistar o Olimpo dos deuses, e para isso construíram uma gigantesca torre. 

Os deuses, com o intuito de preservar seu poder, decidiram punir aquelas criaturas orgulhosas dividindo-as em duas, criando, assim, os homens e as mulheres. 

Segundo o mito, é por isso que homens e mulheres vagueiam infelizes, desde então, em busca de sua metade perdida. 

Tentam muitas metades, sem encontrar jamais a certa. 

A parte do mito sobre a origem da humanidade perdeu-se ao longo das eras, mas a idéia de que o homem é um ser incompleto, em sua essência, perdura até hoje. 

Talvez seja em função disso que o ser humano busca, incessantemente, por sua alma gêmea para preencher sua carência afetiva. 

Embora o romantismo tenha sustentado esse mito por milênios, e muitos de nós desejemos que exista nossa metade eterna, é preciso refletir sobre isto à luz da razão. 

Se fôssemos seres incompletos, perderíamos nossa individualidade. 

Seríamos um espírito pela metade, e não poderíamos progredir, conquistar virtudes, ser feliz, a menos que nossa outra metade se juntasse a nós. 

É certo que vamos encontrar muitas pessoas na face da terra com as quais temos muitas coisas em comum, mas são seres inteiros, e não pela metade. 

O que ocorre é que, quando convivemos com uma pessoa com a qual temos afinidades, desejamos retê-la para sempre ao nosso lado. 

Até aí não haveria nenhum inconveniente, mas acontece que geralmente desejamos nos fundir numa só criatura, como os andróginos do mito. 

E nessa tentativa de fusão é que surge a confusão, pois nenhuma das metades quer abrir mão da sua forma de ser. 

Geralmente tentamos moldar o outro ao nosso gosto, violentando-lhe a individualidade. 

O respeito ao outro, a aceitação da pessoa do jeito que ela é, sem dúvida é a garantia de um bom relacionamento. 

Assim, a relação entre dois inteiros é bem melhor do que entre duas metades. 

As diferenças é que dão a tônica dos relacionamentos saudáveis, pois se pensássemos de maneira idêntica à do nosso par, em todos os aspectos, não teríamos uma vida a dois. 

Pessoas com idéias diferentes têm grande chance de crescimento mútuo, sem que uma queira que o outro se modifique para que se transformem num só. 

Assim, vale pensar que embora o romantismo esteja presente em novelas, filmes, peças teatrais, indicando que a felicidade só é possível quando duas metades se fundem, essa não é a realidade. 

Todos somos espíritos inteiros, a caminho do aperfeiçoamento integral. 

Não seria justo que nossos esforços por conquistar virtudes fosse em vão, por depender de outra criatura que não sabemos nem se tem interesse em se aperfeiçoar. 

Por todas essas razões, acredite que você não precisa de outra metade para ser feliz. 

Lute para construir na própria alma um recanto de paz, de alegria, de harmonia e segurança, como espírito inteiro que é. 

Só assim você terá mais para oferecer a quem quer que encontre pelo caminho, com sua individualidade preservada e com o devido respeito à individualidade do outro. 


Pense nisso!


Ouça as nossa reflexões diariamente na Clube FM João Pessoa comigo às 05h00 no BOM DIA CLUBE.


segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Cantor Leonardo encerrará sua carreira



O cantor Leonardo vai encerrar gradualmente sua carreira musical após quase 30 anos na estrada. Segundo disse ao UOL a assessoria de imprensa do sertanejo, ainda não há um prazo para o fim definitivo, mas acontecerá após uma diminuição no ritmo de shows.

O motivo da parada seria o cansaço do cantor, que deseja se dedicar mais à família. “Ele já está com 50 anos, faz muitos shows e quer passar mais tempo com a família”, confirmou nesta sexta-feira (19) Ede Cury, assessora de Leonardo e amiga da família.

Leonardo contou à revista "Tititi" que o acidente que seu filho, Pedro Leonardo, sofreu em abril, também ajudou na decisão. "Depois do acidente com o Pedro, sofri uma baixa. Mesmo com o sucesso que tenho, dei uma baqueada na profissão. Minha ficha caiu, fiquei meio transtornado e percebi que a gente não vale nada nessa vida. Que estamos aqui e amanhã podemos não estar mais. Quero viver a minha vida, viajar, curtir os meus familiares, os amigos”, disse ele à publicação, reproduzida pelo jornal "Extra". 

No final de setembro, o cantor já havia dado indícios de que poderia abandonar os palcos durante uma entrevista no programa "Altas Horas", da Globo. "Estou um pouco cansado da estrada. Vou fazer 30 anos de carreira e a quantidade de shows que faço está um pouco pesada. Estou em um dilema: não sei se dou uma diminuída ou se paro de vez", disse ele, na ocasião.
Na agenda disponível do site do cantor, há apenas dois shows programados para serem cumpridos. Um acontece nesta sexta-feira (19), em Cordeirópolis, no interior de São Paulo. E o outro será na próxima quinta-feira (27), no Guarujá, em um evento fechado.

Recentemente, o cantor enfrentou uma disputa jurídica entre seu escritório Talismã Music, e a cantora Paula Fernandes, com quem tem contrato assinado até 2014. No fim de agosto, ela entrou com pedido na Justiça para rescindir o contrato com a gravadora, que a representa desde 2008, para que pudesse administrar sua carreira através da empresa Jeito de Mato, da qual é uma das sócias. O pedido foi negado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.


Fonte: UOL