WEB RÁDIO

terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Passageiros de ônibus são orientados sobre trabalho escravo no TIP



Uma ação de alerta sobre o combate ao trabalho escravo acontece nesta terça-feira (28) no Terminal Integrado de Passageiros (TIP), na Várzea, na Zona Oeste do Recife. A iniciativa é da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em conjunto com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Durante as abordagens aos ônibus, serão realizadas palestras sobre formas de identificar e denunciar o trabalho escravo. Também serão distribuídos materiais informativos sobre cuidados para evitar essa prática e como não ser vítima desse crime.

O trabalho escravo se caracteriza por situações de trabalho similares à escravidão, com jornada exaustiva, trabalho forçado, condições degradantes e servidão por dívida. As propostas de trabalho normalmente são vantajosas e podem envolver fraude, ameaças, violência física ou psicológica.

Antes de aceitar uma proposta de emprego, as pessoas devem se informar sobre a seriedade da empresa, qual a carga horária e o salário oferecido, bem como se o local de trabalho é adequado. Em caso de denúncia, é possível utilizar o Disque 100, fazer contato com o Ministério Público do Trabalho por meio do site: www.prt6.mpt.mp.br, ou com a PRF pelo 191.

Dados

No período de 2003 a 2018, segundo dados do Observatório de Trabalho Escravo, foram resgatados 776 trabalhadores no estado de Pernambuco. Ao todo, no mesmo intervalo de tempo, foram realizadas 31 operações. Quando associado à variável de fluxo migratório, em Pernambuco, os municípios que mais tiveram incidência de trabalhadores migrantes foram Maraial, Águas Belas e Limoeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário