WEB RÁDIO

domingo, 17 de janeiro de 2021

PM apreende fuzis, pistolas e cerca de 1,5 tonelada de cocaína em Jaboatão


Uma operação do 25° Batalhão, com o Batalhão de Radiopatrulha, resultou em grande apreensão de armas e drogas em Santo Aleixo, Jaboatão dos Guararapes.

Policiais Militares do 25º Batalhão receberam uma denúncia da Central de Operações de uma ocorrência envolvendo reféns em um loteamento próximo ao condomínio Alphaville. Os efetivos do Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI) e da Contrarresposta da Unidade seguiram para verificar a situação, quando visualizaram um veículo, com quatro ocupantes, em atitude suspeita. Os policiais deram voz de parada e iniciaram a abordagem policial, momento este em que o Batalhão de Radiopatrulha, que copiava a situação via rádio, chegou no local em apoio.



Com os suspeitos, dentre eles dois policiais militares de Pernambuco, sendo um da reserva e o outro da ativa, foram encontrados dois fuzis e cinco pistolas. Eles foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Jaboatão Centro, enquanto a equipe do GATI continuava as diligências. De posse de informações, os PMs chegaram até uma residência no já citado loteamento. Dois caseiros, que estavam no local, informaram que o grupo, preso instantes atrás, havia entrado e revirado toda a casa em busca de armas e drogas. O efetivo, então, solicitou o apoio da Companhia Independente de Policiamento com Cães, porém, antes mesmo da chegada dos cães farejadores, os policiais conseguiram encontrar, aproximadamente, uma tonelada e meia de cocaína. Ainda foram apreendidos diversos carregadores e munições, além de rádios comunicadores, celulares, coletes balísticos, balaclavas e maçaricos. Todo o material foi levado para a DP de Prazeres, que ficará responsável pela ocorrência.

Os policiais de Pernambuco sob suspeita serão submetidos não apenas a procedimentos na Justiça Comum, mas também a procedimentos investigativos internos de controle para apurar as circunstâncias dos seus envolvimentos no fato, o que poderá ensejar na expulsão da Corporação, respeitado o Princípio Constitucional da Ampla Defesa e do Contraditório.

Nenhum comentário:

Postar um comentário