WEB RÁDIO

terça-feira, 23 de março de 2021

Anderson Ferreira isenta baixa renda da taxa de iluminação pública e anuncia pacote de medidas econômicas

Foto: Leandro de Santana /PMJG

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, anunciou, nesta terça-feira (23), que cerca de 44 mil famílias de baixa renda do município serão isentadas, nos meses de maio e junho, da Contribuição de Iluminação Pública (CIP). Serão beneficiados os jaboatonenses cadastrados no CadÚnico com consumo mensal de até 220 kw/mês. O projeto de lei do Executivo Municipal será enviado à Câmara de Vereadores ainda nesta semana.

“Todas essas famílias estão praticamente sem renda, mas continuam recebendo contas de energia. Estamos fazendo a nossa parte, isentando a taxa de iluminação pública porque temos que ajudar as famílias da melhor forma possível a atravessarem esse momento”, ressaltou o prefeito Anderson Ferreira.

Além disso, o prefeito irá implementar um pacote de medidas econômicas voltado a cerca de 30 mil empresas e profissionais autônomos do município, para que possam enfrentar a crise provocada pela pandemia da Covid-19. Serão contemplados os setores de hotéis, bares, restaurantes, lanchonetes, cantinas, cabeleireiro, manicure, pedicure, agências de viagem, academias, produção e atividades culturais. O impacto financeiro das medidas econômicas e da isenção da CIP será superior a R$ 4 milhões.

“É fundamental olharmos para os setores econômicos que estão sendo impactados diretamente pela pandemia. Por isso, estamos tomando uma atitude para minimizar essa situação, com a prorrogação do pagamento de impostos e taxas. As empresas precisam de tempo para retomar as atividades com mais tranquilidade”, disse o prefeito Anderson Ferreira.

Os pagamentos do IPTU e da Taxa de Limpeza Pública (TLP), que vencem no dia 10 de abril, ficarão para o dia 10 de dezembro, contemplando 1.224 pessoas jurídicas do Jaboatão. Já a segunda parcela do CIM, que seria quitada em 10 de agosto, ficará para o dia 10 de novembro. Esta prorrogação atende a 18.890 empresas e 10.900 profissionais autônomos. Já a parcela do ISS de 922 empresas, prevista para 10 de abril, foi prorrogada para o dia 10 de dezembro.

Outro benefício para as empresas, presente no pacote anunciado por Anderson Ferreira, é a prorrogação das licenças ambiental e urbanística, que vencem no período de 16 de março e 30 de setembro. Agora, todas passam a ter validade até 30 de setembro. Processos de Réplica, Recurso e Reconsideração têm prazos suspensos entre 16 de março e 15 de abril. O mesmo vale para as exigências de Processos Administrativos e para Defesa de Notificações Administrativas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário