WEB RÁDIO

terça-feira, 7 de junho de 2022

Instituição promove dia de palestras gratuitas



Com o objetivo de trazer a realidade da prática com a formação educacional de alunos e pessoas interessadas, a Faculdade Nova Roma vai promover um dia de palestras gratuitas e abertas ao público nesta sexta-feira (10/06). Governança, corrupção, prática jurídica, relações internacionais e metaverso serão discutidos no dia.

A primeira atividade é a “Iniciação na Advocacia”, às 14h. O objetivo é falar sobre a atuação no trabalho de mercado jurídico em um encontro com advogados atuantes. Estarão Bruno Xavier, que também é professor da Faculdade Nova Roma, Stela Brayner, presidente da Comissão Especial de Assistência aos Novos Advogados e vice-presidente da OAB Barreiros, Léo Félix, vice-presidente da OAB/PE e a ex-aluna Leia Venite. A inscrição está aberta pelo http://novaroma.edu.br/EventosNovaRoma.

Às 19h, os limites da realidade virtual e as relações internacionais serão algumas das discussões na pauta da conversa “Metaverso e a diplomacia internacional: limites e oportunidades”. Quem vai falar sobre o assunto é o head de Inovação e Empreendedorismo Instituto de Pesquisas Estratégicas em Relações Internacionais e Diplomacia (IPERID), Marcello Bressan. Para participar, é preciso inscrição pelo link: http://novaroma.edu.br/NRConvida-metaverso.

Encerrando o dia de atividade, a Faculdade Nova Roma vai promover, às 19h30, o debate “Combate à corrupção e o papel do cidadão fiscalizador”. O momento vai contar com a participação de Patrícia Domingos, delegada da Polícia Civil e ativista do Combate à Corrupção e do Controle Social, e com o professor Maurilho Alves. Para se inscrever na atividade, é necessário acessar http://novaroma.edu.br/EventosNovaRoma.

 

Serviço: Encontros Nova Roma

Data: 10/06

Informaçõeshttps://www.instagram.com/fnovaroma

Local: Rua Padre Carapuceiro, 590, em Boa Viagem

Programação:

“Iniciação à Advocacia”, às 14h

“Metaverso e a diplomacia internacional: limites e oportunidades”, às 19h

“Combate à corrupção e o papel do cidadão fiscalizador”, às 19h30

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário