Parceiro

terça-feira, 19 de julho de 2022

Anderson aborda o combate às desigualdades sociais em visita ao Sertão do São Francisco


Foto: Hermes Costa Neto/Divulgação

Pernambuco tem, atualmente, quase metade da população total do estado (44%) vivendo em situação de pobreza e a cidade do Recife é apontada como a metrópole brasileira onde o pobre é mais vulnerável. As informações são do Observatório das Metrópoles, em parceria com a Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio Grande do Sul, e do Instituto Mobilidade e Desenvolvimento Social. Os dados foram levantados pelo pré-candidato ao Governo do Estado, Anderson Ferreira (PL), em visita a municípios do Sertão do São Francisco, no último fim de semana.

Ao falar sobre o tema, após um encontro com lideranças políticas na cidade de Dormentes, Anderson afirmou ser “urgente e necessário” o desenvolvimento de políticas públicas que trabalhem em conjunto, para que o estado possa sair do isolamento ao qual foi remetido por “erros de uma gestão nunca soube trabalhar em sintonia com o povo”.

“Pernambuco precisa voltar a crescer, e cabe ao Governo do Estado assumir o papel de melhor se articular do ponto de vista político-empresarial e social para que isso possa se tornar uma realidade. Nós temos que pensar grande, no macro, e não de forma isolada porque Pernambuco não é uma ilha dentro do Brasil. Não dá para seguir com um governo que quando se depara com um problema vai querer resolvê-lo a toque de caixa, sem nenhum tipo de medida previamente pensada, estruturada e minimamente organizada”, disse Anderson Ferreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário