Parceiro

quinta-feira, 28 de julho de 2022

“Felicidade com corrupção e incompetência custa caro”, diz Anderson Ferreira

Foto: Hermes Costa Neto/Divulgação 


O pré-candidato do Partido Liberal (PL) ao Governo de Pernambuco, Anderson Ferreira, reagiu, nesta quinta-feira (28), às comparações feitas pelo pré-candidato Danilo Cabral (PSB) entre os governos do ex-presidente Lula (PT) e do atual presidente Jair Bolsonaro (PL). Ao destacar a incoerência política na recém-firmada e conturbada aliança entre PSB e PT, Anderson foi categórico ao classificar o socialista como “desorientado” e lembrou que “Lula nunca governou o Brasil em momentos de crise, mas ainda assim conseguiu afundar o país por meio da corrupção”.

“Lula assumiu o país em um período de bonança e de crescimento da economia mundial. E esses resultados defendidos por Danilo foram obtidos a custo do desmantelamento do Estado e da corrupção, segundo apontam investigações realizadas à época e cujos desdobramentos são de amplo conhecimento”, afirmou Anderson.


O pré-candidato do PL ainda observou que, no cenário estadual, o governador Paulo Câmara (PSB) e Danilo Cabral foram responsáveis “por ir além e afundar Pernambuco no desemprego, na violência e na falta de crescimento”. “E como sempre vemos o PSB buscar culpados para tentar se eximir de suas responsabilidades. Já os vimos culpar a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), a quem o próprio Danilo ajudou a derrubar à época do impeachment, depois ao ex-presidente Temer (MDB) e, agora, é a vez do presidente Bolsonaro (PL)”, disse Anderson.


“A grande diferença é que o presidente Bolsonaro, ao contrário de Lula, tem governado o Brasil em seu pior momento nos últimos 100 anos, e ainda assim estendeu a mão aos brasileiros, sem distinções. Essa incapacidade e incompetência do PSB não é de ninguém além deles mesmos. E podem ter a certeza de que nessas eleições eles terão que se explicar por tudo que fizeram a Pernambuco”, continuou.


Anderson encerrou ao fazer uma provocação: “Danilo deveria ‘dar um Google’ para descobrir quem é o pior governador da história de Pernambuco”. “O PSB perdeu a condição de liderar um projeto para unir a todos e é necessário que Pernambuco tenha condições de voltar a fazer prevalecer o protagonismo perdido ao longo dos últimos oito anos. E é isso que vamos buscar porque o que estamos vendo às vésperas das convenções é, mais uma vez, uma intriga entre a família Arraes. E reafirmo que qualquer solução vinda de Danilo ou Marília seria a mesma coisa que trocar seis por meia dúzia. Pernambuco precisa de uma nova oportunidade”, pontuou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário