Parceiro

segunda-feira, 18 de julho de 2022

Raio de Sol é bicampeã no Festival de Quadrilhas Juninas do Jaboatão

Foto: Chico Bezerra/PMJG 

A Quadrilha Raio de Sol sagrou-se bicampeã do Festival de Quadrilhas Juninas do Jaboatão dos Guararapes 2022, ao vencer a final, na noite desse domingo (17), no arraial montado no Parque da Cidade. O grupo ganhou o prêmio de R$ 10 mil, concorrendo com o tema "No Passo da Estrada" e ainda levou o troféu de Melhor Puxador. No último festival promovido pela Prefeitura do Jaboatão, em 2019, a Raio de Sol também foi a campeã.

A 2ª colocada foi a quadrilha Origem Nordestina, com o tema Isabel, em Nome da Mãe, do Filho e da Santa, e garantiu R$ 8 mil de premiação. Em 3º lugar, a Evolução disputou com o tema Prometido, e arrebatou R$ 5 mil. A Quadrilha Bacamarte foi a 4ª colocada e ganhou R$ 3 mil, além do troféu de Melhor Casamento. A Junina Tradição levou os R$ 2 mi da 5ª posição. Neste ano, 15 grupos se inscreveram para as fases classificatórias realizadas na quarta, quinta e sexta-feira passadas.

 

Coube ao prefeito Mano Medeiros anunciar a quadrilha vencedora. Ao entregar o troféu a Mateus Pimentel, que participou da apresentação em sua cadeira de rodas, o gestor ressaltou a importância da inclusão social. “Mateus é um exemplo para todos nós e a Quadrilha Raio de Sol dá uma lição de inclusão com essa apresentação”, disse Mano.

 

O prefeito parabenizou todos os grupos que participaram e acreditaram no Festival promovido pela Prefeitura do Jaboatão. “Passamos dois anos sem poder realizar este evento devido à pandemia e voltaríamos em junho, mas veio aquela chuva e tivemos que remarcar para este mês de julho. No próximo ano faremos uma festa maior, com a participação de quadrilhas infantis e uma estrutura bem melhor. Agradeço também a presença do público, que compareceu em todas as noites e abrilhantou ainda mais o nosso Festival de Quadrilhas Juninas”, assinalou.

 

Mateus Pimentel representou a Quadrilha Raio de Sol na cerimônia de premiação e comemorou muito o bicampeonato. “Esse é um título importante para nós que fazemos a Raio de Sol. Além de ser o segundo título seguido que ganhamos em Jaboatão, temos uma conexão grande com essa cidade, que valoriza a cultura popular. Nós entendemos a arte como uma ferramenta de inclusão e o ciclo junino é inclusivo. Essa é a missão da Raio de Sol”, disse

Nenhum comentário:

Postar um comentário