Parceiro

sábado, 4 de junho de 2022

Prefeitura do Jaboatão e Aeronáutica atendem vítimas das chuvas

 

Foto: Chico Bezerra/PJG

 A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes e a Aeronáutica realizaram a Ação Cívico Social, no bairro de Santo Aleixo, em Jaboatão Centro, neste sábado (4), com vários serviços às vítimas das chuvas. Além dos atendimentos na área da saúde, foram prestadas orientações de assistência social. Agentes de controle de endemias também percorreram a comunidade, visitando residências e realizando o trabalho preventivo contra arboviroses.

A ação aconteceu na igreja de São Pedro Apóstolo, das 8h às 16h. Houve 138 atendimentos clínicos, 70 de odontopediatria, 65 de pediatria, 36 de ginecologia e 31 de psicologia. Além disso, 90 pessoas foram vacinadas contra o sarampo, 87 imunizados contra covid-19 e 240 receberam vacina contra gripe. Houve orientações de nutricionistas a 13 pessoas e outras 27 tomaram medicação injetável.

O prefeito Mano Medeiros acompanhou a ação e também percorreu várias ruas de Jaboatão Centro para vistoriar os trabalhos de limpeza. “Esses atendimentos em parceria com a Aeronáutica são de fundamental importância porque estamos levando profissionais da saúde até onde estão os moradores. Muitos perderam suas casas ou estão desalojados e têm dificuldade de irem às unidades de saúde. A prioridade é acolher essas pessoas. O trabalho de limpeza das ruas também não para. Escalamos um grande efetivo de homens e equipamentos para realizaro esse serviço de desobstrução das vias. Além de ser uma questão sanitária, temos que garantir o acesso das pessoas às suas casas e o tráfego de veículos. Estamos trabalhando com muito empenho para que a situação normalize o mais breve possível”, disse o gestor.

Anderson Ferreira opta por discrição e ação

 

Foto: Leandro de Santana/Divulgação 

Desde o início das fortes chuvas causadas pelo fenômeno climático Ondas de Leste e que  ocasionaram tragédias em diversos pontos do estado, o ex-prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, tem focado seu papel na articulação para buscar soluções. Anderson esteve ao lado do atual prefeito Mano Medeiros em visita a áreas afetadas, mas evitou publicar imagens em função de estar na condição de pré-candidato ao Governo de Pernambuco. “Tenho dito que sou um político diferente e esse é um momento de buscar resultados”, afirmou.

Anderson articulou, ao lado do ex-ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, a visita de ministros e do presidente Jair Bolsonaro ao estado na última segunda-feira (30), quando participou da coletiva realizada na base aérea.


“Não se faz política com as pessoas que estão sofrendo com tudo isso, ao menos esse não é o meu perfil enquanto político. Tenho focado em articular soluções diferenciadas para que Jaboatão possa enfrentar esse momento e realizado reuniões com a equipe do programa de governo para melhor compreender os desafios que serão enfrentados a partir de 2023 para que tragédias como essa possam ser evitadas ou minimizadas pela ação do poder público” disse Anderson. “É hora de nos mobilizarmos para ajudar as famílias, mas é preciso, também, implementar um plano de ação”, acrescentou.


Anderson lamentou as mortes causadas por deslizamento de barreiras e pontos de alagamento, e lembrou a importância da ajuda disponibilizada pelo Governo Federal, bem como a decisão da Caixa Econômica Federal em liberar o saque do FGTS e a disposição do Governo de Pernambuco em fazer a sua parte. “Tudo o que for feito para minimizar o sofrimento das pessoas nesse momento é muito bem-vindo”, destacou.


O ex-prefeito minimizou as diferenças políticas com o PSB e o governador Paulo Câmara.  “Não é hora de pensar nisso. A população já entendeu nossas evidentes diferenças e isso é algo que está posto. A hora agora é trabalhar em conjunto”, pontuou.


Anderson Ferreira cumpre agenda no início da semana, em Brasília, onde vai tentar articular novos recursos. Em seguida, irá retomar as agendas no interior no estado, mas ressaltou que vai continuar atento e acompanhando a liberação de verbas e as ações que serão desenvolvidas.

Parcela do IPTU de junho do Jaboatão será paga em dezembro

 

Foto: Chico Bezerra/PJG

A 5ª parcela do pagamento do IPTU e a TLP do município do Jaboatão dos Guararapes, que tem vencimento na próxima sexta-feira (10), só será paga no dia 10 de dezembro. O decreto do prefeito Mano Medeiros foi publicado no Diário Oficial do município, na edição deste sábado. O gestor levou em consideração a situação de emergência causada pelas chuvas, que atinge as finanças população.

“Estamos passando por um momento que afeta a todos. Foram muitas perdas de vidas e de bens materiais. São milhares de jaboatonenses que precisam se recompor, procurar uma nova casa ou comprar tudo que foi levado em questão de horas ou minutos pelas inundações, enxurradas, alagamentos e deslizamentos de barreiras. A prorrogação das parcelas  do IPTU e da TLP de junho para o mês de dezembro se faz necessária para que os contribuintes não sejam ainda mais prejudicados”, disse o prefeito Mano.

Outra medida que foi anunciada é o pagamento de R$ 1.500 às famílias acolhidas entre os dias 25 de maio e 1º de junho, nos 21 abrigos que a Prefeitura do Jaboatão montou. O projeto de lei vai tramitar em caráter de urgência para o auxílio de emergência ser pago, ainda neste mês, com recursos do próprio município.

sexta-feira, 3 de junho de 2022

Prefeito Mano anuncia auxílio de R$ 1.500 a famílias acolhidas nos abrigos da Prefeitura do Jaboatão

 

Foto: Chico Bezerra/PJG

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Mano Medeiros, anunciou, nesta sexta-feira (3), que pagará R$ 1.500 de auxílio-emergencial às famílias que foram acolhidas e cadastradas nos 21 abrigos instalados pela Prefeitura entre os dias 25 de maio e 1º de junho deste ano. O valor será pago de uma única vez com recursos do próprio município. As famílias beneficiadas ficaram desabrigadas depois que tiveram suas casas atingidas pelas chuvas dos últimos dias. Projeto de Lei vai tramitar em caráter de urgência na Câmara Municipal.

Quanto ao auxílio que o Governo do Estado anunciou, a Prefeitura do Jaboatão informa que será feita avaliação da gravidade dos sinistros, bem como da análise cadastral dos possíveis beneficiados por meio do CadÚnico.

“Continuamos no momento de acolher as pessoas que vivem em situação de risco, mas também precisamos pensar, de imediato, na reconstrução da vida das famílias que acolhemos nos nossos 21 abrigos. Esse cadastro nós já temos e não tem porque esperar por mais tempo. Todas estas terão direito ao auxílio-emergencial de R$ 1.500, já neste mês de junho”, ressaltou o prefeito Mano. O gestor também decretou luto de três dias em vitude das mortes dos jaboatonenses em consequência dos temporais.


ENCOSTAS

Diante dos efeitos das fortes chuvas nas áreas de encostas do município, o prefeito Mano encaminhou ofício ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), solicitando a liberação de R$ 39 milhões, que já estão previstos para a construção de muros de contenção em áreas de risco.

“Os projetos foram encaminhados ao MDR e as tratativas solicitando a liberação dos recursos foram feitas. Agora é o momento da liberação. Jaboatão tem mais de 17 mil pontos de risco e é primordial a realização dessas obras de contenção de barreiras. São obras preventivas fundamentais para evitar novos desastres e nós nos antecipamos junto ao ministério”, disse o prefeito Mano.

Anderson defende que Aneel suspenda corte de luz de famílias de baixa renda atingidas pelas chuvas

Foto: Leandro de Santana/Divulgação

Ex-prefeito do Jaboatão dos Guararapes, uma das cidades pernambucanas mais afetadas pelos temporais que castigam o estado há quase duas semanas, Anderson Ferreira (PL) defendeu a suspensão pelo período de 90 dias, por parte da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), da cobrança na conta de luz e o corte no fornecimento de energia de famílias de baixa renda incluídas em programas sociais do Governo Federal e que residem em municípios atingidos pelas chuvas. 

De acordo com o ex-gestor, a suspensão da cobrança e do corte pode ser feita por meio de uma resolução da Aneel, medida similar à adotada durante a pandemia do novo coronavírus. Reunido com a bancada do Partido Liberal (PL) na Câmara Federal, Anderson solicitou o envio do pedido de suspensão, protocolado nesta sexta-feira (3) pelo deputado federal André Ferreira (PL).


“O nosso estado passa por uma tragédia imensa e precisamos trabalhar para reduzir o sofrimento das pessoas. Milhares de famílias perderam tudo que tinham e não podem ser penalizadas com o corte de energia. O momento é de reconstrução e essa medida vai ajudar nesse processo”, destacou Anderson Ferreira.

Prefeitura do Jaboatão já recolheu 20 mil toneladas de entulhos nas ruas

Fotos:Divulgação/PMJG

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes está intensificando os trabalhos de recolhimento de entulhos que ocupam as ruas em consequência dos alagamentos provocados pelas chuvas dos últimos dias. Cerca de 20 mil toneladas já foram retiradas pelo fetivo de 700 homens, 50 caçambas, 20 retroescavadeiras, e 10 pás carregadeiras realizando este serviço.

“O objetivo da Prefeitura é desobstruir as vias o mais rápido possível para garantir o fluxo de veículos e dos moradores, além de ser uma questão de saúde pública. “A Prefeitura tem exaustivamente buscado parcerias em prol de conseguir maquinários, como retroescavadeiras, caminhões-caçamba e todo tipo equipamento que possam nos auxiliar na desobstrução e contenção dos danos causados pelas chuvas. A dificuldade que encontramos se dá em razão de outras cidades da Região Metropolitana estarem enfrentando os mesmos problemas. O trabalho tem sido exaustivo e contínuo, com equipes dispostas a atender às comunidades e chegar a todos os pontos críticos. Esse é o nosso compromisso com a população”, disse o secretário de Infraestrutura, Daniel Nascimento.


O gestor ainda explicou que os entulhos surgem nas ruas diariamente porque moradores que estão em casas de familiares ou amigos, retornam para as suas residências para fazer a limpeza. “Mas voltaremos a cada rua sempre que for necessário até que a situação esteja normalizada”, garantiu o secretário.

quinta-feira, 2 de junho de 2022

Prefeito Mano Medeiros faz vistoria no Engenho Santana

Foto: Chico Bezerra/ PMJG

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Mano Medeiros, fez um sobrevoo, nesta quinta-feira (2) na área do Engenho Santana, em Dois Carneiros, e também conversou com moradores sobre as consequências das chuvas e de que forma a gestão municipal está dando apoio para minimizar os transtornos. O gestor acompanhou as ações de entrega de cestas básicas, atendimentos médicos, assistência social, entrega de remédios e atendimentos veterinários às famílias da comunidade.

A principal preocupação, não só dos moradores, mas também da gestão, é com o acesso à comunidade, já que a ponte foi levada na enchente do Rio Jaboatão, no último final de semana. No local moram 40 famílias, que sobrevivem da agricultura. O prefeito Mano informou que está sendo avaliada a instalação de uma ponte provisória e também garantiu que será feita terraplanagem na estrada que liga o Engenho Santana a Vila Piedade.

“Fizemos mais um sobrevoo na área, agora com as águas do Rio Jaboatão praticamente no nível normal e vimos os estragos que a enchente fez. A ponte foi levada e agora vamos viabilizar um acesso, mesmo que temporário, aos moradores. Assim que o solo apresentar melhores condições, vamos fazer terraplanagem na estrada que vai até Vila Piedade. E vamos preparar o projeto da nova ponte, que é fundamental para quem mora nessa comunidade. Mas o momento exige atenção a esses moradores, e foi isso que nossa equipe fez na vinda ao Engenho Santana. Viemos com médicos, psicólogos, pessoal do Núcleo Ampliado da Saúde Familiar, da atenção básica, assistentes sociais e veterinários. Entregamos cestas básicas e também fizemos os cadastros desses moradores para avaliar quais benefícios poderemos conceder para compensar ”, disse o prefeito Mano.

“A Prefeitura aqui está fazendo coisa que nunca ninguém fez. Graças a Deus. Só tá faltando o acesso. Mas a Prefeitura mandou cesta básica, água,tudo. Só tenho a agradecer. Muita gente está se comovendo com essa nossa situação”, contou o morador Manoel Josias de França.

A ação da gestão municipal contou com o apoio da Marinha do Brasil, que enviou fuzileiros de outros estados para atuar em várias frentes de trabalho, no Jaboatão, neste período de apoio à população. Sem a ponte, o barco da Marinha conduziu as equipes da Prefeitura até a parte isolada do Engenho Santana, para que pudessem realizar as visitas às famílias. Dois caminhões-pipa da Marinha também abasteceram a comunidade com água potável.

Procon do Jaboatão fiscaliza preços de itens da cesta básica em supermercados do município

Foto: Divulgação

Com a situação de emergência decretada nos municípios da Região Metropolitana do Recife, o Procon do Jaboatão dos Guararapes, está realizando operação de fiscalização de  preços de itens da cesta básica nos supermercados. O objetivo da ação, que teve início nessa última terça-feira (31), é constatar se os estabelecimentos estão  aumentando o preço dos alimentos e outras mercadorias que são de primeira necessidade para a população.

As equipes de fiscalização do Procon irão autuar em caso de constatação de aumento excessivo e injustificado de preços. O órgão municipal alerta aos comerciantes que a venda de produtos pode ser limitada a certa quantidade por cliente, a finalidade é evitar que pessoas formem estoques particulares, o que prejudicaria outros consumidores.

O superintendente do Procon Jaboatão, José Rangel, orienta os consumidores a denunciarem os possíveis abusos nos preços. “As empresas serão notificadas a apresentar notas fiscais de compra e venda dos produtos e, caso seja identificado um aumento desproporcional nos valores, os comerciantes estarão sujeitos a multas e a pena de até cinco anos de prisão”, afirmou o gestor.

Os consumidores que desejarem realizar denúncias e reclamações podem acionar o Procon Jaboatão por meio do site procon.jaboatao.pe.gov.br  ou através do número: 81 97323 7953.

quarta-feira, 1 de junho de 2022

Prefeitura do Jaboatão entrega cestas básicas às vítimas das chuvas

Foto: Chico Bezerra/PMJG

Passado o momento de resgate de vítimas e acolhimento dos desabrigados, a Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes está intensificando o trabalho de assistência às pessoas que ficaram desalojadas. Mais de 20 toneladas de cestas básicas já foram entregues e as equipes continuam indo às comunidades para realizar as entregas. Os moradores que foram atingidos pelas chuvas dos últimos dias também estão recebendo colchões, roupas, fraldas descartáveis, produtos de higiene pessoal e limpeza e até rações para animais. Além dos itens adquiridos pela Prefeitura, voluntários e empresas estão fazendo doações para serem distribuídas.

A Prefeitura do Jaboatão também mantém 18 abrigos, acolhendo 1.213 desabrigados. Essas pessoas continuarão sendo cuidadas pela gestão municipal até que possam retornar à suas casas. Quem perdeu os imóveis nos desabamentos de barreiras ou alagamentos, será cadastrado para ter direito ao auxílio-moradia. Na última segunda-feira, o Governo Federal liberou R$2,3 milhões, justamente para o custeio dos abrigos do município.

“Estamos mobilizando todo o pessoal da nossa gestão para prestar toda assistência às pessoas que foram vítimas das chuvas e estão passando por necessidades neste momento. Contamos com muitos apoios e também agradeço à solidariedade dos jaboatonenses, que estão doando alimentos, água, roupas, colchões, fraldas descartáveis e tantos outros produtos que os desabrigados e desalojados estão necessitando. Além dos mais de 1.200 desabrigados, temos no Jaboatão em torno de 41 mil desalojados e tantos outros moradores em locais de difícil acesso, mas estamos nos esforçando para atender todas essas pessoas”, disse o prefeito Mano Medeiros.

terça-feira, 31 de maio de 2022

Diretor do Ministério da Cidadania dá orientações a secretários de cidades atingidas pelas chuvas

 

 

Foto: Divulgação

Um dia após o Governo Federal anunciar que tem crédito extraordinário para os municípios atingidos pelas chuvas nos últimos dias, o diretor Social de Proteção Especial do Ministério da Cidadania, Eliodoro Santos, reuniu-se com representantes de cinco prefeituras para orientá-los. O encontro aconteceu no Complexo Administrativo da Prefeitura do Jaboatão, na manhã desta terça-feira (31). Nesta primeira etapa, os recursos federais serão aplicados em assistência humanitária para quem está acolhido nos abrigos.

Participaram do encontro a secretária de Assistência Social e Cidadania do Jaboatão, Mariana Inojosa; a secretária do Recife, Ana Rita Suassuna; o secretário de Olinda, Paulo Rogério; a secretária de Paudalho; Walquiria Marinho e a assessora Natália de Paula, de Moreno. O prefeito do Jaboatão, Mano Medeiros, recepcionou o diretor e os secretários e ressaltou a importância de os municípios agilizarem as demandas para que possam enfrentar as consequências das chuvas com mais rapidez.

“Fomos demandados pelo ministro Ronaldo Bento para prestar esclarecimento sobre os procedimentos que devem ser tomados através das secretarias de Assistência Social, reivindicando ao Ministério da Cidadania o apoio de investimentos e de recursos para serem alocados para atender aqueles que foram afetados pelas chuvas ocorridas no Estado de Pernambuco”, falou Eliodoro Santos.

“A presença do representante do Ministério da Cidadania foi no sentido de informar aos municípios sobre o uso correto, de como providenciar, organizar a se estruturar nesse quadro de calamidade. São orientações de ações direcionadas às pessoas em situação emergencial. Também fomos informados de que os recursos serão destinados a quem está em situação de maior vulnerabilidade, especificamente as pessoas que estão nos abrigos, além de algumas intervenções para pessoas que tiveram de deixar suas casas e estão acolhidas temporariamente por parentes”, disse a secretária Mariana Inojosa.

No último domingo, o presidente da República, Jair Bolsonaro, fez um sobrevoo nas áreas atingidas, junto com sete ministros, e garantiu todo apoio às famílias vítimas das chuvas e na recuperação dos municípios. Duas medidas provisórias, publicadas no início do período de chuvas, abriram crédito especial de cerca de R$ 1 bilhão para atender municípios de todo o País atingidos por esse tipo de catástrofe. 

No sábado, o prefeito Mano Medeiros decretou Situação de Emergência e enviou a solicitação de ajuda federal. Ontem os R$ 2,3 milhões já foram depositados na conta da Prefeitura.

segunda-feira, 30 de maio de 2022

Anderson: “Lamentável. Danilo Cabral perdeu uma grande oportunidade de ficar calado”

Foto: Divulgação

“No dia em que o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) veio a Pernambuco para anunciar ajuda aos afetados pela tragédia, o pré-candidato do PSB, Danilo Cabral, que habitualmente fica calado em relação às críticas ao governador e seu padrinho político, Paulo Câmara (PSB), resolveu politizar o tema”, disse Anderson Ferreira (PL), ao comentar as falas do socialista sobre a visita de Bolsonaro a Pernambuco. 

Anderson foi objetivo ao reforçar que, desde o início dos alertas emitidos pelas superintendências municipais de Defesa Civil quanto à possibilidade de deslizamento de barreiras, não houve sequer um telefonema feito pelo governador Paulo Câmara ao presidente Jair Bolsonaro para solicitar apoio do Governo Federal.


“Danilo Cabral perdeu uma grande chance de ficar calado. Ele deveria sugerir ao governador  agir com humildade, a deixar políticas partidárias de lado e aprender a pedir ajuda. Estamos diante de uma tragédia e não há espaço para oportunismo eleitoral”, pontuou Anderson Ferreira.

Jaboatão recebe R$ 2,3 milhões do Governo Federal para assistência humanitária para desabrigados

Foto: Chico Bezerra/PJG

O município do Jaboatão dos Guararapes recebeu R$ 2,3 milhões do Governo Federal para aplicar em ações de assistência humanitária aos desabrigados pelas chuvas. O anúncio foi feito durante coletiva do presidente da República, Jair Bolsonaro, na Base Aérea, nesta segunda-feira (30), após sobrevoar as áreas atingidas pelas fortes chuvas dos últimos dias. Jaboatão é a primeira cidade do Estado a ser contemplada com a liberação de verbas por ter se antecipado no decreto de Situação de Emergência e ter encaminhado a solicitação a Brasília de imediato. O prefeito Mano Medeiros participou do sobrevoo e da entrevista coletiva junto com o presidente e dos sete ministros que fizeram parte da comitiva.

“Infelizmente, essas catástrofes acontecem. Nosso objetivo é confortar os familiares que perderam seus entes e apoiar os municípios, independentemente de cor partidária. Temos aqui o prefeito do Jaboatão, que esteve no voo e vai falar sobre o que tem sido feito no município. A chegada de recursos depende do prefeito decretar emergência e enviar ao Ministério do Desenvolvimento Regional. O prefeito do Jaboatão teve a iniciativa e já está na conta”, disse o presidente Bolsonaro.

O prefeito Mano, em seu pronunciamento, lembrou que as chuvas iniciaram no dia 24, mas, com o agravamento, durante o final de semana, decretou Situação de Emergência e, de imediato, fez o encaminhamento ao MDR. Além disso, já colocou as equipes da gestão municipal em contato com os técnicos dos órgãos federais. O gestor também agradeceu o apoio das Forças Armadas designadas pelo Palácio do Planalto para apoiar as ações de resgate às vítimas.

“Assim que decretamos a Situação de Emergência, fizemos contato com o Governo Federal e hoje foi confirmada a liberação de R$ 2,3 milhões pelo Ministério da Cidadania para as ações de assistência social, em apoio às pessoas que estão desabrigadas, já que temos acima de 800 sob nossos cuidados nos abrigos instalados no município. Esse dinheiro será para compra de colchões, alimentos, produtos de higiene e custeio dos abrigos, ou seja, para o cuidado com as pessoas que estão desabrigadas. Jaboatão foi a cidade mais atingida pelas chuvas, que foi a maior dos últimos 30 anos. Foram quase 500 milímetros. Mas continuamos nas ruas, ajudando a população, com toda nossa equipe. Estamos trabalhando em conjunto com as Forças Armadas, Defesa Civil do município e do Estado e com muitos voluntários para minimizar os transtornos. Continuamos de prontidão até que toda a população seja atendida”, disse o prefeito Mano.

Anderson acompanha comitiva presidencial e diz que Bolsonaro está fazendo a sua parte

Foto: Divulgação

Anderson Ferreira (PL) acompanhou, na manhã desta segunda-feira (30), a comitiva presidencial liderada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), que veio ao estado para avaliar de perto a situação dos municípios atingidos pelas fortes chuvas nos últimos dias e anunciar apoio do Governo Federal. Anderson reforçou que o momento é de priorizar o socorro aos atingidos pela tragédia e de ajudar as famílias das vítimas, um trabalho que precisa unir forças. A Região Metropolitana do Recife e algumas cidades do interior têm sofrido, nos últimos dias, com os impactos do fenômeno climático Ondas de Leste. 

Anderson destacou a importância da união dos poderes e a soma de esforços para lidar com a situação. Desde a última semana, Anderson e Gilson Machado (PL) têm articulado junto ao Governo Federal a liberação de recursos para assistir todos os municípios atingidos. “A presença do presidente Jair Bolsonaro em Pernambuco nos dá a certeza de que os recursos do Governo Federal irão chegar aos que mais precisam. A situação que estamos vivenciando está sendo vista com seriedade e preocupação”, disse Anderson Ferreira.

LBV abre postos de arrecadação para ajudar as famílias afetadas pelos temporais em Alagoas e Pernambuco



A Legião da Boa Vontade abriu postos de arrecadação, por meio de sua Campanha SOS Calamidades para ajudar as vítimas das chuvas nos Estados de Alagoas e Pernambuco. Os temporais que caíram nos últimos dias deixaram dezenas de mortos. E toda ajuda é necessária para auxiliar as famílias.

A ação da LBV ocorrerá em parceria com os órgãos oficiais locais para que as doações cheguem às vítimas o mais rápido possível.


O que doar?

- Alimentos não perecíveis

(Arroz, feijão, óleo, café, açúcar, leite em pó, flocão de milho, extrato de tomate, macarrão e sal);

- Água potável;

- Detergente, sabão em barra, sabonete e creme dental.


Onde doar?

Unidade da LBV em Maceió/AL: 

R. Muniz Falcão, 964 - Barro Duro. Telefone: (82) 3328-4410.


Unidade da LBV no Recife/PE: 

Rua dos Coelhos, 219 - Coelhos.

Telefone: (81) 3413-8601.


Doações em dinheiro

Site: www.lbv.org

PIX oficial da LBV: pix@lbv.org.br


Contas bancárias

Bradesco: Agência: 0292-5 — C/C: 92830-5

Itaú: Agência: 0237 — C/C: 73700-2

Banco do Brasil: Agência: 3344-8 — C/C: 205010-2

Caixa Econômica Federal: Agência: 1231 — operação: 003 — C/C: 100-0

Santander: Agência: 0239 — C/C: 13.002754-6


Faça parte dessa força-tarefa para levar assistência humanitária e esperança aos que mais necessitam nesse momento de tantos desafios.


Acompanhe a entrega das doações acessando @LBVBrasil nas seguintes redes sociais.

domingo, 29 de maio de 2022

Prefeito Mano acompanha ações de apoio à população

Foto: Divulgação/PJG

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Mano Medeiros, acompanhou, neste domingo, os trabalhos de resgate das vítimas das chuvas, limpeza das vias e apoio às famílias que estão em abrigos. O gestor esteve em Jardim Monte Verde, onde se concentra um dos principais pontos de trabalho de busca de vítimas. Mano conversou com moradores e garantiu todo apoio nesse momento de perdas de vidas e bens materiais. Em Muribeca, o prefeito visitou abrigo para onde estão pessoas que moram em áreas que sofreram alagamentos. 

“Iniciamos o dia acompanhando a visita de quatro ministros, que vieram a Jaboatão verificar as consequências das chuvas. Fizemos um voo de helicóptero e eles puderam ter a dimensão do que aconteceu em nossa cidade, que provocou tantas vítimas. Amanhã deveremos ter o anúncio de liberação de recursos federais, durante a visita do presidente Jair Bolsonaro. Em seguida fiz questão de ir aos locais onde a situação é preocupante, como Jardim Monte Verde e Muribeca. Nossas equipes têm se empenhado nos resgates e apoio às pessoas. Reconhecemos que é um momento é lamentável e todo esse trabalho é no sentido de preservar vidas e garantir que todos sejam bem acolhidos”, disse o prefeito Mano.

Em Jaboatão há mais de 800 pessoas nos 16 abrigos montados pela Prefeitura, onde recebem alimentação, roupas e produtos de higiene. Além disso, recebem atendimento clínico e fazem testes rápidos de Covid-19. Os desabrigados também estão sendo cadastrados para o caso de necessitarem de auxílio-moradia.

Prefeito Mano Medeiros aguarda anúncio do presidente sobre liberação de recursos nesta semana

Foto: Chico Bezerra/PJG

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Mano Medeiros está na expectativa de que o presidente da República, Jair Bolsonaro, anuncie, nesta segunda-feira (30), a liberação de recursos para as necessidades imediatas que o município precisa para enfrentar as consequências das fortes chuvas. Na entrevista coletiva concedida por quatro ministros, neste domingo, o titular da pasta de Turismo, Carlos Brito, disse que Jaboatão já se antecipou ao procurar o Governo Federal para apresentar as demandas. Mano Medeiros acompanhou a coletiva e também participou do sobrevoo no helicóptero da Força Aérea junto com os ministros Carlos Brito, Daniel Ferreira (Desenvolvimento Regional), Marcelo Queiroga (Saúde) e Ronaldo Bento (Cidadania) para observar as consequências da maior chuva que caiu no município nos últimos 30 anos.

“Os municípios que foram atingidos pelas chuvas precisam procurar o Governo Federal para que a gente possa atender. Jaboatão, que o prefeito está aqui conosco, já se pronunciou de imediato e já está sendo atendido. Amanhã vão ser anunciados os recursos que Jaboatão vai receber para apoio neste momento tão difícil”, disse o ministro Carlos Brito.

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Mano Medeiros, ressaltou a importância do apoio federal e agradeceu a atenção que está sendo dada neste momento.  “Sobrevoamos todas as áreas do município onde houve alagamentos e quedas de barreiras para mostrar a necessidade do atendimento imediato à nossa população. Já estamos com grupos de trabalho reunidos com equipes técnicas dos ministérios, apresentando os planos e as necessidades imediatas. Os ministros se colocaram à disposição para a liberação de recursos e amanhã teremos novidades com a presença do presidente Jair Bolsonaro. Já nos antecipamos com o decreto de Situação de Emergência e temos a previsão de que receberemos repasse de verba federal já nesta semana para atender à nossa população”, disse o gestor.

Na coletiva, os ministros informaram que o primeiro passo é o município informar às necessidades de assistência social e abrigamento dos desabrigadas e desalojados. Depois serão liberados recursos para reconstrução das estruturas públicas e casas. “Trazemos palavras de profundo pesar do Governo Federal às famílias. Desde os primeiros momentos, o presidente Jair Bolsonaro colocou os ministros à disposição. Temos crédito extraordinário e os gestores locais farão a análise das necessidades e a partir daí entramos com o custeio”, colocou o ministro Ronaldo Bento.